Notícias, atualidades e curiosidades acerca da cidade de Viana do Castelo, Portugal.

Complexo de restauração e lazer “Cais de Viana”, novamente deserto

Quando em 2005, após a reconversão do edifício de apoio à Marina de Viana do Castelo que se encontrava há muito tempo desocupado e vandalizado, foi inaugurado o “Cais de Viana”, ninguém imaginaria que passados poucos anos este equipamento de restauração e lazer estivesse novamente abandonado.
Com uma vista privilegiada sobre o Rio Lima, é pena que após um investimento de alguns milhões de euros, este complexo constituído por bares, restaurantes e esplanadas (que foram gradualmente encerrando), se encontre novamente deserto.

Comentários

  1. E porquê?
    O que é que se passa ali?
    Há uns dias atrás fui até ao "Foz"...fiquei surpreendida quando vi que estava fechado!
    Numa outra noite fui ao "Irish". Além dos empregados, havia dois clientes: eu e a pessoa que me acompanhava!
    Mas a gente de Viana só sai de casa na romaria???
    Tenho pena...

    ResponderEliminar
  2. Eu sempre entendi aquela obra como "UMA SOLUÇÃO À PROCURA DE UM PROBLEMA!"

    ResponderEliminar
  3. Ca ganda nobidade! Atão os defensores do anterior regime (a que o actual começa a dar sinais de seguimento) não dizem nada agora?
    Se biana queria um casino porque veio o inventor do Caramuru querer fazer uma coisa que todos sabiam que não resultaria!

    ResponderEliminar
  4. Aquele edifício só tem uma solução! A demolição! Querem fazer coisas muito modernas que depois não resultam!

    ResponderEliminar
  5. Olhó boneco!!! O melhor era começarmos todos a colocar placas em todas as "monstruosidades" que o pai do Caramuru tratou de criar e manter...

    ResponderEliminar
  6. Quanto é que custou aquele "mono " ao erário Publico ?

    ResponderEliminar
  7. Não é o único mono na cidade.
    Temos o " Portugal dos Pequeninos "com as as lojas completamente abandonadas.
    Quando foi inaugurado com pompa e circunstancia, no País os centros Comerciais estavam todos a encerrar.
    Como andamos atrasados , sempre atras dos outros, o resultado está á vista, uma Praça que já foi Praça Ministro das Corporações Dr.Gonçalves Proença., depois os comunas mudaram para Praça 1º de Maio.
    Hoje é conhecida por " Portugal dos pequeninos " repleta de lojas cujos espaços são inadmissiveis nos tempos de hoje.

    ResponderEliminar
  8. Este edificio foi construido (penso eu) ainda no tempo do executivo de Branco Morais. Penso que, ao contrário do 1º de Maio, é um edificio que ainda se adequa aos dias de hoje e a ideia da sua construção foi boa, a envolvente do rio é bonita, tinha tudo para dar certo. Infelizmente falhou e esteve muito tempo ao abandono.

    Mais tarde tentaram recuperar o mesmo, e diga-se que durante uns tempos ainda teve alguma vida quando lá estava o del rio e outros..Infelizmente também falhou, mas penso que o edificio ainda está concessionado à Vianacais, dai não poder ir abaixo ehehe..

    ResponderEliminar
  9. O que falta nesta terra é uma vida propria que outras cidades tem.
    Para alem das festas da Agonia e folclore o que é que temos mais nesta cidade ?
    Nada.
    Os estrangeiros não apreciam folclore , barbeques, nem santoinhos.
    Vem para descansar, tirar férias , e lazer.
    Façam um campo de golf, invistam numa zona de residencias de férias (Vilas), com amplos jardins, com um hotel , casino....
    Os da terra não fizeram milagres, na marina os de fora julgavam que iam ser mais expertos.
    Se esta estrutura estivesse implantada num empreendimento turistico , tinha pernas para andar.
    Em termos de restauração Viana não interessa a ninguém, até tem restaurantes a mais.
    Os estabelecimentos que possam abrir no cais de viana teem de ter uma clientela abastada que gaste e que venha regularmente, não é com " tesos" que tomam um café e estão a tarde toda no local a fazer sala , a ouvir musica ,e os parolos a fazer Karooke a cantar " Eu tenho dois amores "
    Viana não é o Porto , parece uma cidade média mas não passa de uma aldeia grande.
    Viana só funciona em Agosto, vive unicamente de gente de passagem de excursões e pouco mais.
    Tentaram fazer " um empreendimento Tipo Vale de lobo " na Amorosa, para captar uma clientela selecionada e deu tudo em nada.
    Prometeram fazer um campo de golfe , mas ficou tudo no papel.
    Os hoteis na cidade até são poucos mas como a cidade tem 365 dias no ano um mes no ano para trabalhar não chega, logo portanto até são demais.
    Com o Turismo de garrafão , e senior não vamos lá.
    Ambos são importantes para as estatisticas , mas para fazer consumo ,limitam-se ao minimo dos minimos.
    Temos de criar espaços para um turismo selectivo, e criar estruturas para os manter o máximo de tempo possivel.
    Doutra forma Viana irá dormir durante um longo tempo.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Viana do Castelo 8.º concelho mais exportador do norte em 2016

VIANA | Semana do Mar e Aniversário do Centro de Mar arrancam hoje