Notícias, atualidades e curiosidades acerca da cidade de Viana do Castelo, Portugal.

Ponte Eiffel com trânsito condicionado para “testes” no pavimento rodoviário

O trânsito na ponte Eiffel de Viana do Castelo vai voltar a ser condicionado, esta semana, para a realização de "ensaios e testes" no pavimento rodoviário, anunciou fonte da REFER. A circulação rodoviária na ponte "estará condicionada entre os dias 19 e 26 de Outubro inclusive", acrescentou. Durante este período, o trânsito rodoviário vai ser feito nos dois sentidos, apenas por uma faixa de rodagem, com passagem alternada apoiada por semáforos.
O objectivo é "realizar ensaios e testes no pavimento rodoviário da Ponte Eiffel, com aplicação de soluções, em estudo, em determinados módulos do tabuleiro". O tabuleiro rodoviário é da responsabilidade da REFER e desde 2007, altura em que foi alvo de uma grande intervenção de reabilitação de 15 milhões de euros, que os problemas no piso persistem, com vários buracos e o piso descascado. "Embora com adequadas características técnicas para a função pretendida, [o piso] veio a revelar um deficiente comportamento, com fissuração e descolamento em algumas zonas. Com o objectivo de reparar as deficiências, a REFER recorreu à garantia técnica de obra, tendo o empreiteiro reposto, por duas vezes, uma camada de desgaste do pavimento", explicou fonte da empresa. A REFER admite que, quatro anos depois, "o problema persiste" e por isso, para "determinar as causas de tal comportamento anómalo e encontrar uma solução para o mesmo", solicitou à Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) "um estudo, análise e ensaio de caracterização daquele material".
"Identificando possíveis erros de aplicação ou a sugestão de outros materiais para a camada de desgaste, caso o aplicado se revelasse, de todo em todo, incompatível com o tipo de tráfego da ponte", acrescentou a fonte. Com o conhecimento das conclusões do estudo, "espera a REFER estar em condições de calendarizar as intervenções que se entenderem por convenientes", concluiu a fonte.

Texto: Rádio Geice (17.10.2011)

Comentários

JARRA disse…
A obra mais ruinosa da região!
Quanto mais útil e barato teria sido a construção duma ponte nova - mas preferem parques inúteis e subterrâneos que obrigam a obras milionárias, à conta do erário público, para serem rentabilizadas ("arranjos" do campo da agonia!)...
Como o tempo perdido, os custos de combustível e o transtorno causado nos últimos anos aos cidadãos, são desprezíveis para os políticos, devem continuar a ver-se satisfeitos ao espelho ...

Mensagens populares deste blogue

PRAIA NORTE | Marginal pedonal vai abrir ao público

VIANA DE ANTIGAMENTE | Chafariz da Praça

"World Explorer" made in Viana do Castelo

Romaria D’Agonia 2017 | Programa provisório