Notícias, atualidades e curiosidades acerca da cidade de Viana do Castelo, Portugal.

Centro de Remo de Viana do Castelo consignado por 1,4 milhões de euros

A Câmara Municipal de Viana do Castelo consignou na passada quarta-feira a empreitada do equipamento de Remo, um projeto do futuro Centro de Mar.
Este projeto, da autoria do arquiteto vianense Branco Cavaleiro, visa a recuperação e ampliação das instalações da antiga “Fábrica das Boinas”, de forma a responder às necessidades dos clubes. Servirá de imediato setenta atletas e terá capacidade para acolher praticantes de remo profissionais ou na vertente de turismo e lazer. 
A consignação foi feita pelo prazo de dez meses. 
O projeto do Centro de Mar integra ainda a construção de dois novos equipamentos para os centros de vela e de canoagem. Em conjunto, os três postos náuticos, destinam-se não só a atletas federados, mas também terão capacidade para receber praticantes destes desportos numa vertente competitiva e turística, estando inseridos no Clister do Conhecimento e da Economia do Mar, que representam um investimento de seis milhões de Euros, apoiado pelo programa operacional em 4,2 milhões.

Instalações da antiga "Fábrica das Boinas"
Futuro Centro de Remo de Viana do Castelo

Comentários

  1. Parece que é desta que a construção avança. Esperemos que esteja garantido o financiamento, senão acontece como o já celebre Coliseu.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia
    Gostaria de saber quando acaba esta «blasfémia» de chamar ao conjunto edificado onde vai ser construído o Centro de Remo, de "antiga fábrica das boinas".
    Convém repor a verdade histórica das coisas, assim aquele espaço nunca foi uma fábrica de boinas, foi isso sim uma seca de bacalhau, ...A SECA DO MENDES, como desde pequeno ouvia chamar, e como chamava-mos ao longo dos tempos.
    Admira-me que a Camara Municipal, o mais antigo titulo da imprensa regional (A AURORA DO LIMA) persistam em chamar-lhe assim. Para finalizar refiro que ali chegou a existir um pavilhão de acabamentos dos artefactos fabricados na "verdadeira fábrica de boinas (CEDEMI) que funcionou na rua José Espregueira.
    Fico admirado dos herdeiros da família ex-propietária da «seca de bacalhau do MENDES» não ter vindo a público corrigir essa incorrecta designação.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

VIANA | Dia de Feira

Viana do Castelo 8.º concelho mais exportador do norte em 2016

VIANA | Atleta vianense recebe apoio para “atacar” Jogos Olímpicos