Notícias, atualidades e curiosidades acerca da cidade de Viana do Castelo, Portugal.

Fotografias no chão vão desafiar Viana a olhar para as questões da igualdade de género

Rua da Bandeira, Viana do Castelo

Ao todo, são 30 fotografias que tanto retratam momentos de afirmação da igualdade entre sexos como práticas que a organização pretende denunciar e prevenir. 
Uma longa passadeira decorada com fotografias vai ser estendida, ao longo de 30 metros, a partir de sábado, na Rua da Bandeira, em pleno centro histórico de Viana do Castelo. As imagens no chão deverão chamar a atenção de quem passa para a importância da igualdade de género nos contextos profissional, familiar e pessoal. 
A intervenção, que decorrerá até dia 27, é composta por três lonas de oito a dez metros por 80 centímetros de largura. Cada painel será estendido ao longo da parte pedonal da Rua da Bandeira. Ao todo, são 30 fotografias que tanto retratam momentos de afirmação da igualdade entre sexos como práticas que a organização pretende denunciar e prevenir. 
As imagens em causa foram selecionadas de um conjunto de 73 fotografias apresentadas ao concurso nacional promovido para o efeito pela Associação Juvenil de Deão (AJD), no âmbito do projeto Caminhos de Igualdade que esta entidade está a promover com o apoio de fundos comunitários. 
Ao todo, concorreram 31 fotógrafos, amadores e profissionais, de todo o país. Apesar dos workshops, dos serões e dos debates sobre a problemática que a AJD tem vindo a promover ao abrigo do projeto Caminhos da Igualdade, esta intervenção ainda é, admite Hugo Fernandes, responsável pela produção executiva do concurso, “a forma mais eficaz de sensibilizar o maior numero de pessoas”. “É uma exposição de rua, fora dos locais convencionais, e, por esse motivo, terá um maior alcance”, sustentou.
Depois de exposta em Viana, a passadeira vai percorrer pelo menos oito freguesias rurais do concelho e, a avaliar pelas reações que têm chegado à AJD, poderá vir a ser apresentada noutras cidades do país. O concurso de fotografia decorreu entre 30 de Novembro e 6 de Janeiro, no âmbito do Caminhos de Igualdade, cofinanciado pelo Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN) e pelo Fundo Social Europeu. 
O concurso tem como embaixador André Boto, designado “fotógrafo europeu do ano” de 2010 pela Federação Europeia de Fotógrafos Profissionais. Das 73 imagens candidatadas, oito retratam mulheres e 23 homens.

Fonte: Jornal Público de 14.01.2013

Comentários

Mensagens populares deste blogue

VIANA | FeelViana já abriu portas no Cabedelo

VIANA | Rua Grande à sombra dos guarda-chuvas

Rali de Portugal 2017 | Os horários e percursos no Alto Minho