Notícias, atualidades e curiosidades acerca da cidade de Viana do Castelo, Portugal.

Um milhão de euros para requalificar Santuário de Santa Luzia

Templo de Santa Luzia, Viana do Castelo

A Confraria de Santa Luzia vai lançar a concurso público, em novembro, um investimento de um milhão de euros integrado no plano de requalificação daquele santuário, em Viana do Castelo, disse à Lusa o presidente da instituição. 
"É esse o nosso propósito. Estamos a trabalhar nas últimas formalidades para que esse prazo seja cumprido e estamos também atentos à definição do novo quadro comunitário de apoio. Desde abril que estamos a preparar candidaturas para os planos que temos para Santa Luzia", afirmou André Alves. 
Em causa está a construção de um edifício polivalente que se destina a receber as novas instalações da confraria, mas também para acolher um albergue de peregrinos, o arquivo e o museu do templo de Santa Luzia, dedicado ao Sagrado Coração de Jesus. 
O projeto, integrado no plano global de requalificação do santuário traçado pela Confraria e para concretizar em dez anos, vai contar com o apoio técnico da Câmara Municipal. 
O protocolo de colaboração entre as duas instituições vai ser apreciado na quinta-feira, em reunião ordinária do executivo municipal. 
No documento, a autarquia "compromete-se a prestar, de forma gratuita, o apoio técnico de arquitetura, engenharia, acompanhamento de gestão de projetos de investimento financiados por fundos públicos, apoio administrativo para o lançamento do concurso público e a participação do gabinete de arqueologia do município para acompanhamento e eventual intervenção arqueológica".
Em contrapartida, lê-se no acordo, "a confraria compromete-se a manter aberto o equipamento e espaço envolvente, sendo que a implementação do protoloco será acompanhada por uma comissão de acompanhamento". 
Para André Alves trata-se "de uma união de vontades e esforços em torno de um objetivo comum, a aposta no turismo religioso".
De acordo com os números da Confraria, a que a Lusa teve acesso, entre janeiro e 31 de agosto último 50.258 pessoas acederam (entrada paga) ao zimbório existente no topo daquele templo-monumento, o ponto mais alto de Viana do Castelo e que avista uma paisagem de vários quilómetros.
O projeto de reordenamento e beneficiação da zona envolvente àquele monumento nacional classificado foi apresentado em março passado, durante as comemorações dos 130 anos da confraria, sendo apelidado como um "Programa Polis de Santa Luzia". 
Já este ano, em junho foi inaugurado o anfiteatro, com capacidade para acolher cerca de 700 pessoas sentadas, num investimento de 100 mil euros. 
As obras estão divididas em três fases e preveem ainda o "redesenho" da praça do santuário, reorganizando a circulação automóvel e pedonal no local, nomeadamente "eliminando o estacionamento na frente do templo e reduzindo a área de paragem de autocarros". 
Está igualmente prevista a construção de um bar/restaurante panorâmico além de um espaço de culto e para conferências, ambos por baixo da praça principal junto ao templo, com vista para a cidade. 
A confraria vai promover ainda a "reorganização geral do espaço exterior a norte do templo", nomeadamente para "ampliar substancialmente a área de estacionamento". 
Projetado pelo arquiteto Ventura Terra, o templo-monumento de Santa Luzia, cuja construção decorreu entre 1904 e 1943, é hoje um verdadeiro ex-líbris de Viana do Castelo, sobranceiro à cidade na montanha com o mesmo nome.

Fonte: Agência Lusa (14.10.2014)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

MÚSICA | O coração bate forte em Viana

VIANA | Praia de Paçô é uma das 10 melhores praias secretas para o “The Guardian”

VIANA | O que há para ver hoje na cidade