Notícias, atualidades e curiosidades acerca da cidade de Viana do Castelo, Portugal.

É de Viana. Pavilhão do Atlântico ganha prémio internacional de arquitetura


O Pavilhão do Atlântico de Viana do Castelo venceu o Architecture MasterPrize, na categoria “Architectural Design / Recreational Architecture” (Ver AQUI). O projeto é do gabinete Valdemar Coutinho Arquitectos, de Viana do Castelo. Encomendado pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, foi inaugurado no passado dia 25 de setembro e custou 1.345.777,63€.
O Architecture MasterPrize, um dos mais abrangentes prémios de arquitetura do mundo, anunciou os vencedores deste ano: os projetos arquitetónicos mais inovadores, criativos e inspiradores de todo o mundo. Os vencedores foram selecionados entre mais de mil inscrições de 68 países nas 41 categorias nas disciplinas de arquitetura, design de interiores e arquitetura paisagística.

Conheça os vencedores em todas as categorias AQUI

CARATERISTICAS DO PAVILHÃO DO ATLÂNTICO  
A superfície de prática desportiva é de 650 m2 (essencialmente para jogar voleibol e basquetebol) com um pé-direito de 7,50m, com 4 blocos independentes de Vestiários/Balneários, 2 blocos para os atletas, cada um com capacidade para 15 a 20 praticantes e os outros 2 para os treinadores/árbitros.
Na união dos dois corpos desenvolve-se a entrada principal, podendo aí permanecer mais de 50/80 pessoas até alcançarem os lugares sentados. Nesta rótula de união em torno da entrada, foram dimensionados uma Receção, um Posto de Vigilância, uma Cafetaria que funciona pontualmente em função da necessidade, Áreas de Apoio Técnicas, Instalações Sanitárias do Público masculino, feminino e de mobilidade reduzida.  
O pavilhão volumetricamente, em termos gerais, é composto por 2 corpos paralelepípedos (corpo nascente e poente), implantados perpendicularmente entre eles, formando no seu todo um volume único de linhas dinâmicas e sóbrias. O edifício apresenta predominantemente dois materiais de acabamento, o betão aparente e uma placagem de pedra grampeada cinza-azulada.  
A tonalidade geral do edifício é um cinzento, que nos faz lembrar um belo mar cinzento de igual modo no hall de entrada temos vários painéis de azulejo em relevo cinza, alusivos aos crustáceos e algas das praias de Viana do Castelo, executado pelo artista plástico Mário Rocha. 

Comentários

  1. Quem atribuiu o premio nao percebe as dinâmicas que um edifício desta natureza implica...

    E a chover dentro? Também há prémio para as azelhices de construção?

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Bolo-rei gigante servido em Viana do Castelo

Viking Osfrid de volta a casa

HOJE É DIA DE…

O traje à Vianesa em destaque nos World Travel Awards (WTA)