Notícias, atualidades e curiosidades acerca da cidade de Viana do Castelo, Portugal.

Festas e Romarias de Viana do Castelo

É sem dúvida durante o mês de Agosto que no concelho de Viana do Castelo o ciclo de festas e romarias atinge o seu auge. De entre as dezenas que se realizam sobressai a Romaria de Nossa Senhora da Agonia, uma das mais participadas e vividas festividades de Portugal.
Mas a cidade, mesmo fora das suas festas, neste mês ganha vida e colorido com as várias comissões de festas a dirigirem-se à cidade para apresentação de cumprimentos às autoridades, população e comércio. Desfilam pelas ruas da cidade com a sua alegria, o colorido dos trajes, grupos de bombos e bandas de música, para contentamento dos muitos milhares de vianenses e visitantes que, por esta altura, estão em Viana do Castelo.





Comentários

Criticas à mordomia de Darque disse…
Rigorosamente não sei que freguesia se refere a visita á cidade do grupo que destaca os fatos nas fotografias.
No entanto quem estava frente e elaborou a mesma , não percebe mesmo nada do que é uma "MORDOMIA".
Quando se visita a cidade,para cumprimentar as autoridades , as gentes das terras vizinhas destacam sempre unicamente os fatos de mordoma, ou seja os fatos negros e azuis , e os fatos de lavradeira, estes sim são os verdadeiros e genuinos fatos de romaria .
Nunca em tempo algum se viu um fato de campo, domingar, de trabalho, de namorar,ou mesmo de meio senhora nas mordomias.
Não se compreende como esta gente não repara nos outros grupos,e não se informam para não ser criticados, quando visitam a cidade.
Se estivessem com mais atenção confirmavam que grupos como Vila Franca, Meadela, Perre, Santa Marta não destacam certo tipo de fatos .
O que realmente se vê nas fotos ,são fatos que não fazem parte do cumprimento á cidade.
Quando se pretender fazer uma mordomia com pés e cabeça deve-se ter-se conhecimentos da mesma ou estar informado por alguém que saiba .
Para quem quiser apreender alguma coisa aconselho o favor de ler o livro " Etnografia Vianeza" de Afonso do Paço.
Assim talvez compreendam que certos fatos,só são aplicados em cortejos etnográficos e exibições folcloricas , para demonstrar os costumes da terra, o trabalho, o casamento, como se namorava, etc..
Espero que para o ano tenham outra forma mais atraente e vistosa de mostrar os fatos da freguesia e que as minhas criticas tragam alguma coisa de benéfico.
Espectaculo digno de vir neste blogue disse…
Apelo ao autor deste blogue para tirar uma fotografia no Largo João Tomas da Costa ao campismo montado numa das artérias mais movimentadas da cidade ,em pleno casco histórico, para os leitores verem e se acham um espectaculo digno de ver.
Roulotes , autocaravanas, camiões, bidões, cães.
Onde que esta gente arranja água potavel, para onde vão os dejectos,onde deitam as sujas ,moro neste local á mais de sessenta anos nunca vi tal espectáculo.
Parece o terceiro mundo.
Pormenores que são importantes numa visita à cidade. disse…
Na 3a fotografia uma moça apresenta a algibeira por cima do avental.
Quando este deve estar ao lado duma forma discreta e por baixo do avental.
São pequenos pormenores aqui e ali que se vão destacando, logo se percebe se o grupo é dirigido por pessoa capaz.
Aprender até morrer. disse…
Outro pormenor num elemento do grupo da 3ª fotografia.
Um rapaz apresenta a facha do lado direito quando esta devia ser do lado esquerdo.
A pessoa responsável que trouxe os elementos á cidade tem muito a aprender , pormenores destes são intoleráveis.
Aprender até morrer.
Darque tem de evoluir no bom sentido. disse…
Continuando as observaçoes sobre as fotos expressas no blogue fazendo referencia á visita á cidade duma freguesia hoje vila entendo o seguinte:
As mulheres em questão trazem cestos com hortaliças e demais produtos agricolas.
Qualquer terra destaca pormenores , Vila Franca aposta nos cestos floridos e bem feitos.
É preciso " Chieira "vaidade e perfomance.
Os elementos de Darque podiam ter mais brio apresentar os cestos mais bem laborados .
Uma variedade e disposição numa forma de arte e decoração ( Disposição dos artigos) , os olhos dos espectadores presentes também apreciam os pormenores.
Os Cestos a apresentar deviam ser " Balaios ".
Estes Cestos regularmente eram utilizados quando iam á feira.
Uma vez que é a terra das cebolas, das feirantes, alhos e melões e flores.
As coisas a tranportar não devem ser postas como simples amontoado de produtos.
Em 1948 Darque chegou a apresentar um dos melhores carros e grupos do cortejo da época durante as Festas da Sra da Agonia.
Hoje não chegam aos calcanhares desse tempo, falta um orientador "Exigente ", que saiba ,e que tenha " Feeling ".
A presença em qualquer lugar deve ser sempre com destaque, dar nas vistas, porque é gratificante ver a sua terra falada em qualquer lado.
Espero que Darque evolua , e vá no bom caminho.
Com estes comentários pretende-se que as futuras comissões,elaborem um trabalho exigente, e que pensem que Darque também tem coisas boas. O Tema " Mostras de produtos da terra " "e flores "deviam ser trabalhadas doutra maneira, mostrar á cidade com beleza e arte na decoração é importante para os visitantes.
Façam e tenham brio naquilo que é vosso " CHIEIRA " é preciso.
Vem proximo de Darque , a vila de Anha evolui consideravelmente, hoje Tem Rancho Folclorico ,fazem cortejo etnográfico ,Tem Banda Filarmonica, tem Concertinas ,tudo isto com empenho e brio.
Se conseguirem não faltará gente a colabarar na festa da vossa Terra.
Não pensem só no FUTEBOL há coisas mais interessantes para ocupar os jovens.
Já tive conhecimento que foi inaugurada a Casa das Artes de Darque, Vamos ver o que vai sair daí?
Espero que esteja entregue a orientação a pessoas que gostam daquilo que fazem e mostrem aquilo que valem não por somente gente para ter curriculo e somente ser " O Sr Director".
Pormenores a corrigir. disse…
Na fotografia em questão o fato preto da pessoa que está de costas tem o lenço mal colocado á cabeça, outra rapariga com fato azul também apresenta umas meias pequenas e colocadas duma forma errada na perna.

Mensagens populares deste blogue

VIANA | Bicicletas desafiam os degraus do escadório de Santa Luzia

Funicular de Santa Luzia | A transportar pessoas desde 1923

VIAGENS À MINHA PRAIA | Na Praia do Cabedelo com Melânia Gomes

VIANA | Quinhentos dançarinos juntam-se para mais um Festival de Folclore Internacional