Feira de Artesanato abre portas hoje

agosto 06, 2016 2 Comentários


A Feira de Artesanato da Romaria da Senhora d’Agonia tem lugar no Jardim Público da cidade de Viana do Castelo, e decorre entre os dias 6 e 21 de agosto. Estará aberta ao público das 16h00 às 24h00, e de 19 a 21 de Agosto das 10h00 às 24h00. 
São cerca de 100 artesãos locais (Concelho) e artesãos nacionais, que vão expor e vender até ao dia 21, artigos tão variados como bordados, bijuteria, rendas, louça, calçado, filigrana, cestaria, entre outros.
Esta XV Exposição/Feira de Artesanato Tradicional e Contemporâneo & Manualidades da Romaria da Senhora d’Agonia, instalada ao longo de 350 metros do jardim situado na frente ribeirinha da cidade, junto ao rio Lima, vai ter alguns artesãos a trabalhar ao vivo e inclui ainda animação musical.

Programa de Animação com início às 22H00:
Coreto do Jardim
Dia 6
Orquestra Ligeira Associação Musical Vila Nova de Anha
Dia 7
Cavaquinhos de Mujães
Dia 12
Orquestra de Sopro de Cordas de Outeiro
Dia 17
Serenata do Grupo de Danças e Cantares de Perre

Animação Itinerante
Dia 13
Tocata do Grupo de Alvarães
Dia 14
Tocata do Grupo de Danças e Cantares de Carreço

Praça 1º de Maio
Dia 18
Fados Grupo Desportivo e Cultural dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo

2 comments:

Anónimo disse...

A designação bordado de Viana do Castelo atualmente obedece a regras.
Os bordados identificam uma região. Para serem certificados e numerados são necessário uma série de regras a cumprir (Desenhos de flores ,crivos , cores , linhas a utilizar, etc )
No entanto vê-se no mercado formas de contornar e confundir o " Controle " destes artigos.
Aparecem etiquetas com a designação bordado manual de Viana, Bordado à maquina de Viana , Artesanato de Viana , e mais recente Artesanato de Portugal.

O que se vê para aí ! disse...

Será normal ver uma artesã reconhecida com o estatuto de Artesão e de unidade Produtiva andar a revender artigos que supostamente nem são executados pela mesma. Apresenta a etiqueta " Bordado Manual de Viana ". Artigos bordados à máquina de Viana ". Estampados com a designação " Artesanato de Viana " .
As peças manufaturadas certificadas garantem a genuína e autenticidade do produto.
As designações referenciadas poem duvida muita coisa.
No entanto no centro cívico podemos observar uma toalha numa montra de um logista. A toalha apresenta tonalidades e designe onde se pode analisar o seguinte:- As cores aplicadas neste tipo de trabalho bordado ,são aplicadas 3 cores vermelho, azul , branco cores estas que regularmente caracterizam as toalhas com a designação à regional. Mandam as " Regras do bom Bordado " que este tipo de bordado , apresente as três cores. Esta em especial fugiu á regra , uma cor não foi aplicada. A linha de cor utilizada não é cor vermelho cardinal , mas sim uma cor vermelho alaranjada. A linha não tem mercenarização , não tem brilho logo não tem qualidade.
As toalhas para terem beleza devem apresentar crivos com abundancia . O bordado de viana carateriza-se por serie de pormenores onde são utilizadas flores: marias , camélias, corações onde predominam os abertos ou crivos.
Como complemento aparecem as pastilhas, caracóis , ramos circulares mais fáceis de executar. As barras com espaços de crivo ou abertos são os elementos mais difíceis de executar porque são demorosos e mais trabalhosos. No entanto omitem-se duma forma habilidosa para acabar a peça rápida " Inventam-se flores e ramos compridos para preencher os espaços e a mão de obra ser mais diminuta.
Dizem os " Expert" que é uma forma de inovar .
Conversa, o característico mantém-se , não sofre alterações porque desta forma o genuíno deixa de ter valor.